Zambézia: Ministério Público no encalço de exploradores ilegais de madeira

Publicado: 24/09/2021, 18:13
Categoria:

O Ministério Público na Zambézia vai identificar as pessoas que cortaram mais de trezentas árvores de espécie umbila, na coutada de Mulela, na zona tampão do Parque nacional de Gilé.

 A garantia foi apresentada esta Sexta -feira, pelo Procurador Provincial – Chefe, Fred Jamal, numa reunião de reflexão sobre a exploração de recursos naturais, promovida pelo Conselho dos Serviços de Representação do Estado na Zambézia.

Fred Jamal disse que através dos meios apreendidos no corte ilegal de madeira na coutada de Mulela, na zona tampão do parque nacional de Gilé, será possível identificar os autores que neste momento estão à monte.

Em conexão com o caso o Departamento de fiscalização do Parque nacional de Gilé, apreendeu quatro tractores, atrelados, uma empilhadora e um camião:

A reunião de reflexão sobre a gestão de recursos naturais na Zambézia, foi dirigia pela Secretaria do Estado na Província, Judithe Mussacula e contou com a participação de responsáveis de varias instituições publicas e representantes de organizações da sociedade civil.

 O Director Executivo da RADEZA, Daniel Maula descreveu o encontro de positivo, porque as instituições do Estado comprometeram se em esclarecer o corte ilegal de madeira na coutada de Mulela, na zona tampão da reserva nacional de Gilé. (RM)

Últimas Notícias

Rádio Moçambique

Rua da Rádio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP
Email: info@rm.co.mzFixo: +258 21 42 99 08Fax: +258 21 42 98 26
Subscreva agora

Bem-vindo ao nosso Centro de Subscrição de Newsletters Informativos. Subscreva no formulário abaixo para receber as últimas notícias e actualizações da Rádio Moçambique.

Instale a nossa App

crosschevron-down linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram