Presidente sul-africano volta hoje ao Parlamento

Publicado: 29/09/2022, 10:44
Categoria:

Presidente Cyril Ramaphosa volta hoje ao Parlamento, onde será confrontado com o escândalo de roubo de dinheiro, na fazenda de Phala Phala.

No entanto, a presidência sul africana diz, em comunicado, que Ramaphosa vai abordar as acções do governo para aliviar a fome e a desnutrição, sobretudo de crianças carentes.

O estadista sul africano deve também falar sobre os esforços para combater a sabotagem e crimes económicos.

A crise energética também vai merecer a atenção de Cyril Ramaphosa, que vai detalhar sobre a inclusão de duas unidades de geração de energia á rede nacional.

O comunicado emitido por Pretória acrescenta que Ramaphosa vai partilhar, com os parlamentares, o trabalho em curso para a submissão da posição do governo sobre as recomendações da comissão de inquérito sobre a captura do estado.

Mas é quase certo que o assunto sobre o roubo de dinheiro na fazenda de Phala Phala vai dominar a presença de Ramaphosa no Parlamento.

Já na terça-feira, o Congresso Nacional Africano bloqueou a iniciativa da Aliança Democrática, que advoga que  o Parlamento deve conduzir a sua própria investigação sobre o caso.

O ANC acusa  a Aliança Democrática de querer se antecipar das investigações, ora em curso.

Por outro lado, o Congresso Nacional Africano diz que  a criação de uma comissão ad hoc, para investigar o caso, vai criar uma crise constitucional.

Enquanto isso, a presidente do parlamento sul-africano, Nosiviwe Mapisa-Nqakula nomeou o advogado Mahlape Sello para substituir o professor Richard Calland, no painel independente que vai investigar o presidente Ramaphosa.

Mahlpe Sello integrou, recentemente, a comissão que investigou a captura do estado, durante o reinado de Jacob Zuma.

O Professor Calland pediu demissão do painel, depois de acusado de ser um pró-Ramaphosa. Em comunicado, Calland negou as acusações e diz que se afastou do painel para proteger a integridade do processo.

O painel tem um mês para determinar se há ou não evidências para o início do processo de remoção de Cyril Ramaphosa do cargo de presidente.

Ramaphosa é acusado de ter ocultado o roubo de avultadas somas de dinheiro, em moeda estrangeira, e de ter comprado o silêncio dos assaltantes ( RM Pretória)

Tags: 

Pesquisar

Últimas Notícias

Rádio Moçambique

Rua da Rádio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP
Email: info@rm.co.mzFixo: +258 21 42 99 08Fax: +258 21 42 98 26
Subscreva agora

Bem-vindo ao nosso Centro de Subscrição de Newsletters Informativos. Subscreva no formulário abaixo para receber as últimas notícias e actualizações da Rádio Moçambique.

Instale a nossa App

crosschevron-down linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram