Top Ad
Millenium Bim
www.bimcom
A sua banca aqui consigo
Matola Gas Company
www.mgc.com
A força da energia limpa moçambiana!
×

Alerta

Falha ao carregar ficheiro XML
Mundo

Mundo (1104)

O Conselho Militar de Transição (CMT) sudanês e o movimento de contestação que pede uma liderança civil assinaram hoje na capital do país, Cartum, um documento que estabelece os contornos para um acordo de partilha de poder.

O ex-presidente da África do Sul Jacob Zuma, que está no centro de alegações de corrupção e captura do Estado durante os seus mandatos, refutou, esta terça-feira, as acusações e distanciou-se da família Gupta, que alegadamente interferiu na governação do país.

A Arábia Saudita alerta que não vai permitir que nenhum grupo, seja ele político ou doutrinal, ponha em causa a tranquilidade dos peregrinos à Meca.

O antigo presidente sul-africano Jacob Zuma, que hoje compareceu perante uma comissão de inquérito sobre corrupção durante os seus mandatos, denunciou o que considera ser uma "calúnia" e afirmou-se vítima de "assassínio" político.


"Fui caluniado, acusado de ser o rei dos corruptos. Chamaram-me toda a espécie de nomes", disse Jacob Zuma, após a primeira audiência perante a comissão.
Zuma deverá responder às acusações de que generalizou a corrupção na administração governamental quando foi Presidente da África do Sul (2009-2018).
"Nunca respondi. Penso que é importante que nos respeitemos", acrescentou perante a comissão, que está reunida em Joanesburgo.
Zacob Zuma sustentou que a comissão foi criada "para que sejam encontradas coisas" contra si, afirmando-se vítima de "um assassínio deliberado" durante 20 anos e de "conspiração".
Durante mais de um ano, a comissão, presidida pelo vice-presidente do Tribunal Constitucional, Raymond Zondo, ouviu dezenas de ministros, deputados, empresários e altos funcionários da administração sobre os negócios considerados obscuros da era de Zuma no poder.
O antigo chefe de Estado, 77 anos, é suspeito de conceder ilegalmente contratos públicos lucrativos e benefícios indevidos a uma família de empresários indianos de quem é próximo, os Gupta.
Jacob Zuma foi pressionado a demitir-se em Fevereiro de 2018 e substituído pelo novo líder do Congresso Nacional Africano (ANC), no poder, Cyril Ramaphosa.
O ex-chefe de Estado sempre negou qualquer envolvimento nestes negócios. (RM/NMinuto)

O director-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS) afirmou hoje estar a avaliar se a situação da epidemia do Ébola na República Democrática do Congo (RDCongo) justifica ser considerada de emergência global de saúde pública.

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, afirmou hoje que avançará com um ataque "devastador" contra o Hezbollah, aliado do Irão, em caso de ataque do movimento xiita libanês.

Ataque a hotel na Somália faz 26 mortos e 56 feridos

Published in Mundo
domingo, 14 julho 2019 12:19

Pelo menos 26 pessoas morreram e 56 ficaram feridas num ataque do grupo Al-Shabab a um hotel na cidade portuária de Kismayo, no sul da Somália, segundo o último balanço, anunciou, este sábado, o presidente da região semiautónoma de Jubaland.

As autoridades sul-africanas destacaram, este sábado, um batalhão da Força de Defesa Nacional Sul-Africana (SANDF, na sigla em inglês), para ajudar a polícia no combate ao 'gangsterismo' na Cidade do Cabo.

Chefe do Hezbollah garante que Irão pode atacar Israel

Published in Mundo
sábado, 13 julho 2019 09:12

O chefe do movimento xiita libanês Hezbollah, Hassan Nasrallah, garantiu que o Irão é capaz de atacar Israel, se vier a ocorrer um conflito com os EUA, durante uma entrevista à cadeia de televisão al-Manar.

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse hoje que a operação a nível nacional para identificar, deter e deportar imigrantes que estão ilegalmente naquele país arranca no domingo, confirmando as informações avançadas pela imprensa norte-americana.

Economia

Escolha do editor

Publicidade

Rádios Online

Antena Nacional

EP Gaza

EP Sofala

RM Desporto

EP Nampula

Inquerito

O que acha do nosso novo website?

Meteorologia

Maputo, MZ

Programação

Contacto

Direcção de Informação: email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.; Fixo 21 42 99 08, Fax 21 42 98 26 | Rua da Radio N 2, P.O.Box 2000 | Rádio Moçambique, EP

Conecte-se Connosco